DiligentVersion – Outsourcing: a opção ideal em tempos incertos

Ricardo Gomes, gerente da DiligentVersion

Ricardo Gomes, gerente da DiligentVersion, revela que sempre foi muito exigente consigo e que esta caraterística aliada ao facto de conhecer os dois lados da “moeda” (o da instituição que contrata e o do profissional que procura trabalho) estão, muito provavelmente, associados ao sucesso que a sua empresa tem alcançado ao longo dos anos.

Ricardo Gomes trabalhou 12 anos fora de Portugal e sempre ligado à sua área de formação (a serralharia e a soldadura). Passou por países como a Irlanda do Norte, França e Bélgica, foi-se deparando com diferentes realidades e métodos de trabalho, o que permitiu que enriquecesse o seu currículo e ganhasse uma vasta experiência pessoal e profissional. Em 2018 regressou a Portugal, começou a estudar o mercado de trabalho e a encetar alguns contactos para ter a certeza de que estava a dar um passo seguro no sentido de criar uma empresa que crescesse de forma sustentada. Assim, a DiligentVersion nasce no último trimestre de 2018 focada no outsourcing para a indústria da metalomecânica pois, tal como explica Ricardo Gomes, “ficou claro, desde o início, que não íamos fazer outsourcing para todas as profissões, preferimos ter uma base e foi esse foco que nos trouxe até aqui”. Este foi o ponto de partida da microempresa que atualmente conta com 18 profissionais. Relativamente às organizações com as quais trabalham, estas têm sido fiéis desde o início, o que demonstra que “trabalhamos de forma séria e honesta para responder às necessidades das empresas que nos contactam”, afirma o entrevistado. Atualmente trabalham, inclusive, no ramo da construção civil no qual se dedicam à reabilitação de edifícios e a projetos “chave na mão”.

O mito do trabalho temporário

As empresas de outsourcing estão a começar a quebrar o tabu do trabalho precário e isto deve-se, em grande parte, ao estudo que é feito aos profissionais. “Antes de enviamos alguém para as empresas, tentamos perceber exatamente o que estas pretendem dos nossos colaboradores, quais são as funções que eles vão desempenhar e se têm, de facto, capacidades para o fazer. Este processo facilita o trabalho no momento do recrutamento, por isso, a taxa de sucesso na colocação de profissionais é de quase 100%; para além disso, os trabalhadores que de destacam pelas suas capacidades não têm de ter receio do trabalho temporário, uma vez que há escassez de profissionais e estes são colocados (quase) de imediato”.

O reconhecimento do bom trabalho

A DiligentVersion está no Top 5 das melhores PME de Portugal, distinção que deixou Ricardo Gomes muito orgulhoso, “este reconhecimento dá-nos ainda mais força e motivação para continuarmos a trabalhar de forma a obter mais reconhecimentos”, refere, afirmando ainda que ficou “incrédulo quando recebeu a notícia pois, apesar de saber que o trabalho tem sido bem feito, referimo-nos a uma microempresa”.

Objetivos a cumprir no futuro

Futuramente a DiligentVersion espera aumentar os serviços na área da construção civil, reforçando as parcerias que já têm e abrindo as portas a outras, sempre com base nos mesmos princípios: a seriedade, o profissionalismo, o empenho, a competência de ambas as partes e, sobretudo, o reconhecimento do trabalho dos colaboradores.  Ricardo Gomes salienta que “não nos podemos esquecer do outsourcing pois também temos que reconhecer e agradecer às empresas que nos ajudaram a chegar até aqui”.

Contacts:
Posted by: AdminPEDteste on