Blancpain anuncia Rui Paula, chef duas estrelas Michelin, como “amigo da marca” em Portugal

Rui Paula é o primeiro chef português a integrar o restrito círculo de “amigos culinários” da mais antiga marca relojoeira do mundo. A nova parceria com o premiado chef português reforça o vínculo que une, há quase quarenta anos, a Casa Blancpain com o universo da alta cozinha.

 

Além de marca parceira do famoso guia gastronómico Michelin, cronometrista oficial de reputados concursos culinários, e cronista e fiel divulgadora dos melhores restaurantes do mundo através da sua revista institucional Lettres du Brassus, os relógios Blancpain têm vindo a marcar uma presença assídua, há praticamente quatro décadas, nos pulsos de célebres chefs célebres.

 

Agora, a Blancpain orgulha-se de anunciar a sua primeira colaboração com um chef português, Rui Paula, que, com duas estrelas Michelin, se junta agora às fileiras do galardoado “círculo de amigos” da marca suíça. A nova parceria com o chef Rui Paula sublinha também a aposta e atenção que a marca de luxo suíça dedica aos seus clientes e ao segmento relojoeiro em Portugal, assim como aos sabores e tradições da gastronomia portuguesa.

 

Para a Blancpain, a alta relojoaria e a alta gastronomia partilham uma disciplina comum de extremo rigor: a qualidade de um relógio Blancpain e de uma confecção gourmet dependem de preciosos ajustes, juntamente com uma subtil combinação de tradição e criatividade. Os mestres relojoeiros da Maison Blancpain, tal como o chef Rui Paula, demonstram a sua fascinante capacidade de juntar diversos componentes e ingredientes para criar genuínas obras de arte. O “tempo”, para mais, tem um papel absolutamente decisivo na preparação de uma requintada refeição.

 

Enquanto fiel guardiã do tempo desde a sua fundação, em 1735, os relógios Blancpain passam agora a estar presentes e a marcar o tempo nos restaurantes do chef Rui Paula – a Casa de Chá de Boa Nova, em Leça da Palmeira, com o qual o chef conquistou duas estrelas Michelin; o DOC, na Folgosa, no Douro; e o DOP, no centro histórico do Porto. Restaurantes de onde, a partir de agora, o chef irá criar e elaborar os seus pratos ao ritmo do relógio Fifty Fathoms Bathyscaphe Quantième Complet Phase de Lune em aço – uma oferta especial da marca.

 

Ainda no âmbito desta parceria de longa duração, o chef Rui Paula esteve presente na sede e fábrica da Blancpain, na Suíça, estando prevista a sua colaboração em ativações e surpresas futuramente desenvolvidas pela marca.

 

Para o chef Rui Paula, “É com enorme entusiasmo que me junto a uma marca de excelência como a Blancpain. A minha principal inspiração são as memórias, e encontro na Blancpain essa mesma inspiração e esse ponto de contato: uma insígnia que honra e tem um respeito profundo pelas suas origens, pela sua longa e rica história. Uma marca que se mantém desde a sua fundação fiel às suas memórias e tradições. A contínua busca pela excelência, pelo conhecimento, a sensibilidade e a paixão verdadeira são outros dos valores que partilho com aquela que é a mais antiga marca de Alta Relojoaria do mundo.”

 

Blancpain: relojoeira da alta gastronomia

O encontro entre os mundos da alta relojoaria e da alta cozinha, entre a Blancpain e a Arte de Viver, está patente a vários níveis: no apego comum à perícia artesanal, à importância alocada à qualidade do produto, ou no respeito pelas origens e pelas tradições locais.

A Blancpain cultiva vínculos especiais com os maiores e mais galardoados chefs, contando, entre o seu “círculo de amigos”, passados e presentes, com mias de 100 estrelas Michelin.

Tudo começou em 1986, muito antes da moda atual pela alta cozinha, quando a marca ofereceu ao famoso chef suíço Frédy Girardet um relógio especialmente gravado pela receção do prémio de Melhor Chef do Mundo. Três anos mais tarde, a Blancpain reafirmou o seu compromisso com o mundo da gastronomia, quando o mesmo Frédy Girardet, juntamente com os míticos chefs franceses Paul Bocuse e Joël Robuchon, foram proclamados como Chefs do Século pelo guia Gault-Millau. A Manufatura Blancpain presenteou-os com um relógio especial gravado, para celebrar a ocasião.

Desde então, o “círculo de amigos” da Blancpain continuou a crescer, contando hoje com novos nomes da cena gastronómica internacional, como os chefs franceses Glenn Viel e Christopher Coutanceau, ou o chef japonês Hideaki Matsuo, todos eles galardoados com estrelas do Guia Michelin.

Já em 2020, a Blancpain reforçou com uma extensão internacional de três anos a sua relação com o famoso Guia Michelin. Mediante esta nova colaboração, a Manufatura suíça e o Guia Michelin procuram sublinhar os seus objetivos comuns de excelência, de paixão e de domínio pela precisão – através da promoção de dezenas de eventos e guias anuais que celebram a alta gastronomia, de Xangai a Paris, passando por Nova Iorque ou Tóquio, entre outras cidades.

 

 

O chef Rui Paula

Referências incontornáveis da cozinha moderna em Portugal, as confeções de Rui Paula revelam a memória das suas origens, preservando sabores, texturas, aromas e cores, em surpreendentes recriações, cheias de originalidade. Natural do Porto, a simplicidade e o sentido de humor são traços que lhe vincam a personalidade. Foram as raízes transmontanas que lhe despertaram o gosto pela cozinha, e as mulheres da família – mãe e avó – inspiraram as bases que o transformariam no profissional que é atualmente: apaixonado, original e surpreendente.

Os seus três restaurantes, posicionados em ambientes distintos, oferecem experiências gastronómicas diversificadas. O DOC, em pleno coração do Douro Vinhateiro, celebra os sabores numa paisagem única. O DOP, no centro histórico do Porto, invoca memórias gastronómicas de cores e texturas. O seu mais recente e premiado projeto é a Casa de Chá da Boa Nova, em Leça da Palmeira, classificada como Monumento Nacional e distinguido com duas estrelas Michelin.

 

Blancpain: a inovação como tradição

Fundada em 1735 por Jehan-Jacques Blancpain no coração do Jura suíço, a Blancpain é reconhecida como a mais antiga marca relojoeira do mundo. Fiel à sua tradição de inovação, confirmada por inúmeras complicações relojoeiras criadas ao longo dos anos, a Manufatura está constantemente a expandir os limites da relojoaria ao transportar a sua arte para territórios onde nunca esteve presente.

Hoje, a Blancpain mantém o seu duradouro compromisso com a renovação da relojoaria mecânica. O seu excecional know-how e a dedicação às verdadeiras tradições relojoeiras são transmitidos de geração para geração. O investimento em recursos humanos, tecnologias de produção e investigação é um testemunho do compromisso dos valores da Manufatura. A adesão sustentada a estes princípios é a fonte da força da marca, e expressa uma visão de longo prazo que contraria deliberadamente qualquer tendência de procura por lucro imediato.

Da criação de compomentes, ao processo de design dos seus relógios, a Blancpain distingue-se pela sua capacidade de desenvolver relógios excecionais, resultado da criatividade e da paixão dos seus mestres relojoeiros. Esta filosofia é transmitida através de cada uma das criações da marca e em todas as suas coleções, incluindo o lendário relógio de mergulho Fifty Fathoms, o cronógrafo de aviação Air Command, o clássico Villeret, os delicados modelos Ladybird e as singulares peças de obra-de-arte Métiers d’Art.

Contacts:
Posted by: Portugal em Destaque on